social

  • Facebook Page: deciopiemonte@gmail.com
  • Linked In: decio-piemonte
  • Twitter: piemente
Compreender a Segurança Rodoviária PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Blog da Segurança - Artigos de Autor

Compreender a Segurança Rodoviária na Europa

Exibimos aqui um número de medidas de segurança rodoviária que são resultado de projectos europeus de investigação. É fundamental uma aproximação integrada para este problema e assim todas as medidas e métodos aqui descritos devem ser interpretados e considerados relacionando-os entre si, mesmo quando por razões óbvias apareçam divididos entre os três clássicos ‘E’s’ – Engenharia (Engineering), Medidas de Coacção (Enforcement) e Educação (Education).

Dentro da primeira área, a Engenharia, padrões técnicos relativos aos veículos e também à envolvente/ambiente. A segunda área, a Educação, aborda medidas que visam o aspecto comportamental. Por fim as Medidas de Coacção são essencialmente as medidas legais que pretendem garantir a segurança e cuja infração implica sujeição a penalidade

Isto não reflecte de modo algum a importância que deve ser atribuída a cada um dos temas tratados. O artigo não pretende uma formação generalizada acerca de segurança de tráfego, mas sim apresentar informação chave dos projectos europeus de segurança rodoviária.

Definir o problema

O preço a pagar pela mobilidade na Europa é ainda demasiado elevado. Em 2000 cerca de 40000 pessoas morreram e mais de 1.7 milhões ficaram feridas em consequência de acidentes rodoviários. O grupo etário mais afetado situa-se entre os 14 e os 25 anos, para quem os acidentes rodoviários são a principal causa de morte. Os custos directos dos acidentes rodoviários rondam os 45 bilhões de Euros. Os custos indirectos (que incluem danos físicos e psicológicos das vítimas e familiares) são três a quatro vezes mais altos. O quadro anual global de cerca de 160 bilhões de Euros de gastos. (White Paper. European Transport Policy for 2010:time to decide, 2001).


Paralelamente a esta imagem há ainda entre a população um sentimento considerável de insegurança relativamente à circulação, o qual não se deve apenas aos acidentes mas também à ideia de que é comum ‘escapar por pouco’ de um acidente. Combater a insegurança de forma objectiva ou subjectiva continua a ser uma prioridade da sociedade. Cada problema de segurança de tráfego pode ser descrito com base em três dimensões de risco, referentes às três fases mais importantes num acidente (o pré-acidente, a ocorrência e o pós-acidente):

  • Primeira dimensão: factores que contribuíram para a ocorrência do acidente: a exposição; poderá ser medida em termos de número de viagens, da distância percorrida e do tempo de viagem;
  • Segunda dimensão: o risco (a probabilidade de ocorrer um acidente) que se corre quando há exposição;
  • Terceira dimensão: as consequências do acidente (mortos, feridos graves, feridos leves,danos materiais);

Um acidente de tráfego é normalmente o resultado directo da falha de um ou mais de três elementos que se interligam:

  • A segurança interna do veículo;
  • A segurança da estrada e da envolvente;
  • O comportamento desejado do motorista;

A forma como estes factores interagem representa um papel importante. As medidas de segurança de tráfego devem ser implementadas procurando quebrar a ocorrência simûltanea de vários factores que conduziram aos acidentes em situações concretas. Se um dos fatores que contribuíram para a ocorrência puder ser alterado, existe uma boa probabilidade de o acidente não voltar a ocorrer. Ou seja, um menor número de acidentes significa um comportamento mais seguro por parte dos utentes, veículos mais seguros e uma infra-estrutura igualmente mais segura, por exemplo através da melhoria de educação, de maior informação e conhecimentos e ainda da experiência dos motoristas, projetos de estradas pensados de forma a evitar conflitos entre os diferentes usuários ou através de veículos mais seguros com visibilidade aumentada e melhores sistemas de freios, etc..
Os estudos mostram que o tratamento integrado destes elementos é especialmente importante. O funcionamento perfeito desta combinação entre os vários elementos é tão importante como a segurança dos próprios pedestres, veículos e envolvente.

As medidas de segurança rodoviária devem:

  • Prevenir a ocorrência de acidentes e evitar que um ‘incidente’ se torne num ‘acidente’;
  • Se ocorrer um acidente, minimizar (impedir, restringir) os danos corporais e materiais;
  • Evitar que as consequências dos danos e ferimentos se tornem irreparáveis e ter a certeza que são ‘atendidas’ por serviços de emergência profissionais;

 

Na percepção dos riscos, um número de factores deve ser tido em consideração:

  • O nível de controle do risco com que cada um é confrontado; isto é, usuários de transportes publico e passageiros de avião aceitam um risco mais baixo que os usuários individuais tais como motociclistas e condutores de automóveis;
  • A proporção entre quem é protegido e quem é desprotegido, isto é, o risco que pedestres e ciclistas correm é considerado menos aceitável que o risco corrido pelos condutores de automóveis;
  • Evitar o risco: situações em que o risco pode ser mais facilmente evitado, isto é, risco como consequência de uma agressão, consumo de álcool, são menos aceitáveis do que situações em que o risco não pode ser tão facilmente evitado;
  • A fatalidade do risco: um acidente com 100 mortos parece ser mais importante que 100 acidentes com um morto;
  • A importância que é atribuída à viagem: um condutor de automóvel que vai atrasado para um encontro importante, corre mais riscos que alguém que parte em viagem de lazer;

(Design Mobility Plan Flanders, 2001)

 

Comentários  

 
0 #1 paula ferreira 25-01-2013 09:25
A fundação da Juventude está a promover um Concurso Nacional “ Mais vale perder um minuto da vida, do que a vida num minuto!”
Este concurso tem como objectivo principal sensibilizar os estudantes de ensino superior para a problemática da Educação e Sinistralidade Rodoviária Portuguesa.
Gostaríamos de lhe pedir o favor de divulgar o nosso link no vosso blogue.
Muito Obrigado!
http://www.fjuventude.pt/a-vida-num-minuto-2012-2013/
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Faixa publicitária
Copyright © 2017 DTS. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre sob licença GNU/GPL.